Biblioteca e Auditório

 

  1. ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 

 

    1. BASE RODANTE 

 

ESTRUTURA 

  • Os materiais adotados para servir como base rodante (aplicados nas longarinas, travessas passantes, perfil de fechamento no contorno, pára-choques, mesa e pino-rei), deverão ser compatíveis com a capacidade de carga prevista para carretas com dois eixos (carga de até 10.000 kg cada), de acordo com as normas do CONTRAN, ABNT e padrões da indústria automobilística. O formato dos perfis das longarinas, bem como das travessas de apoio, será conforme o padrão adotado pelo fabricante (“I”, “U”, “C”, etc.), em aço estrutural, conforme normas ASTM, ABNT. Para confecção das travessas de apoio, mãos francesas, perfil de contorno, saias e traseiras, pára-lamas tipo concha e pára-choques recomenda-se utilização de aço estrutural laminado, dobrado a frio. A base, em toda sua extensão possuirá chapa de aço de 3 (três) mm soldada à mesma, para permitir a melhor fixação de materiais e equipamentos do semi-reboque. 

 

  • O equipamento será confeccionado para que seu deslocamento possa ser realizado por cavalo mecânico rodoviário de especificação 4×2 e 6×2. 

 

MESA E PINO-REI 

  • A Mesa do Pino-Rei será confeccionada em aço estrutural, conforme norma ABNT, ou ASTM, com espessura mínima de 8 mm. O pino-rei será executado em aço cromo níquel, forjado, tratado termicamente, dimensionado para as cargas do conjunto, conforme normas ABNT ou ASTM, preso à mesa por parafusos de alta resistência. 

 

PARABARROS 

  • Constituídos de borracha, instalados após o último pneu e na parte inferior. 

 

PARALAMA TIPO “CONCHA” 

  • Sobre os pneus, confeccionado juntamente com a carroceria, em chapa galvanizada tratada e pintada com batida de pedra e posterior pintura em PU. 

 

CONJUNTO PORTA-ESTEPE 

  • Fixados ao chassi do semi-reboque/baú através de dispositivo “porta-estepe” tipo berço e dotado de sistema antifurto. Deverá ser localizado dentro do bagageiro e dimensionado para suportar 01 (uma) roda montada. 

 

 

SISTEMA ELÉTRICO DO SEMI-REBOQUE/BAÚ 

  • Sistema de sinalização de trânsito conforme normas ABNT/CNT, inclusive com lanternas na parte alta do semi-reboque/baú, iluminação da licença traseira, luz de freio, luzes indicadoras de direção, dispositivos refletores (olhos de gato) e faixas refletivas. 
  • Duas tomadas de luz (redonda e retangular) sete vias. Tensão 24 VCC. Lâmpadas instaladas em soquetes de borracha, interligados à fiação. Cabos protegidos por tubos de plástico. Circuito elétrico com aterramento no próprio chicote elétrico. 

 

EIXOS, CUBOS, RODAS, FREIOS E PNEUS. 

  • Eixos: Dois eixos, secção tubular cilíndrica ou quadrada, com pontas paralelas que permitam a intercambiabilidade dos rolamentos internos e externos. 
  • Cubos de Rodas: Lisos, de ferro fundido nodular, adequados para montagem de rodas de aço ou alumínio, rodagem disco. 
  • Conjunto roda e pneus: Deverá estar equipado com todos os dispositivos e materiais necessários para funcionamento de sistema de rodoar para os oito conjuntos de rodas e pneus do material rodante, que deverão estar prontos para serem interligados ao conjunto propulsor (cavalo mecânico). 
  • Rodas: Novas, sem uso anterior, em número de 08 (oito) unidades, de aço, forjadas, adequadas para pneus radiais sem câmara, medidas 8,25 x 22,5 polegadas, próprias para pneus sem câmara. 
  • Pneus: Novos, sem uso anterior, radiais, sem câmara, medidas 295/80R X 22,5 polegadas, em número de 08 (oito) unidades, classe B, ressulcáveis. Deverá também ser fornecido 01 (um) conjunto de roda/pneu com a finalidade de sobressalente com as mesmas características descritas anteriormente e fornecimento de ferramentas para troca. 
  • Tambor de freio: Fundidos de liga antifricção, para freios de 16 ½ polegadas x 8 polegadas. 
  • Sistema de freio: Sistema “S” came “spring brake” (a ar comprimido), equipados conforme resolução 777/93 do CONTRAN, com duas linhas independentes de tubulações de nylon (se outro material deverá haver garantia contra fadiga e corrosão), para serviço e emergência, com válvula “relay”, tanque reservatório e engates de mangueira até “mão de amigo” para o cavalo mecânico. Alimentação de ar comprimido inclusive para a suspensão pneumática. Os terminais deverão ser usinados em cobre. 

 

SUSPENSÃO 

  • A suspensão será tipo pneumático, para os dois eixos, com módulos independentes para cada eixo. Própria para absorção de vibrações através de molas pneumáticas e amortecedores, com molas pneumáticas interligadas para equalização de carga com válvulas de nível automáticas, de modo a manter a altura do chassi constante, nivelando o produto e impedindo a inclinação do veículo em curvas. 

 

BAGAGEIROS LATERAIS 

  • Serão totalmente integrados à base por perfis de aço carbonos, passantes, soldados ao chassi e travessas. Possuirão um total de 4 (quatro) portas de cada lado, sendo do lado direito, 3 (três) para o bagageiro e 1 (uma) para a plataforma elevatória de acesso a deficientes e do lado esquerdo, 4 (quatro) para o bagageiro. As portas do bagageiro serão em estrutura em tubo quadrado de aço carbono ou alumínio e revestimento em chapa lisa de duralumínio de espessura mínima de 1,2 mm interna e externamente. O sistema de articulação será do tipo charneira horizontal, com dobradiça em aço inox inteiriças (ou seja, em toda a extensão do lado horizontal superior da porta) e pistão a gás. Serão dotadas de fechadura de segurança com chave única. 

 

  • O bagageiro terá vão livre entre as laterais e a parte central e será revestido na face superior (interna) em madeira compensada naval de 15 mm de espessura. O acabamento interno do compartimento do bagageiro (piso e laterais) será em manta emborrachada. 

 

PROTEÇÃO ANTICORROSIVA DA BASE RODANTE 

  • As superfícies metálicas serão preparadas da seguinte forma: 
  • Remoção de rebarbas escoria e respingos de superfícies metálicas e dos cordões de soldas. 
  • Aplicação de demãos de primer epoxi, tinta à base de cromato de zinco ou óxido de ferro, com espessura de 50 microns; 
  • Aplicação de “wash primer” de base poliuretânica; 
  • Aplicação de duas demãos com 30 microns cada, de tinta poliuretânica. Secagem em estufa, à temperatura, de 80 graus Celsius. 

 

SOLDAS 

  • As soldas não devem apresentar falhas de fusão, penetração incompleta, bolhas, porosidade, sobreposição e cortes dos cordões de solda. 

 

TRINCAS 

  • O chassi não deverá apresentar nenhum tipo de trincas. 

 

DEFORMAÇÕES 

  • O chassi não deverá apresentar deformações que não constem do projeto. 

 

OXIDAÇÃO 

  • A estrutura do chassi não deverá apresentar oxidações após as pinturas finais, precedidas por preparação adequada das superfícies metálicas. 

 

DIMENSÕES FINAIS 

  • As dimensões finais do produto devem corresponder às dimensões constantes no desenho de projeto entregue previamente à contratante. 

 

SISTEMA DE PARACHOQUE TRASEIRO 

  • Em perfis estruturais e chapas de aço laminado tratado contra ferrugem; do tipo escamoteável homologado. 
  • Pintura em cor preta e posterior aplicação de faixa refletiva (vermelha e branca) conforme norma do CONTRAN. 

 

 

2.2. ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DO SEMI-REBOQUE/BAÚ 

 

ESTRUTURA 

  • Executado em tubos quadrados de aço carbono, fosfatizado e com proteção anti-corrosão à base de cromato de zinco, dimensão mínima 50x50mm (a espessura mínima da parede do perfil será 1,5mm). 
  • As colunas da estrutura terão espaçamento máximo de 500 mm. Na região próxima ao pino-rei, o espaçamento deverá ser menor, a fim de compensar eventuais deformações. Assim como deverão ter mãos francesas de reforço estrutural soldadas à carroceria a fim de evitar eventuais deformações. 
  • Deverá conter fechamentos horizontais com espaçamento máximo de 300 mm. 
  • Os perfis utilizados deverão resistir a cargas pontuais (concentradas e estáticas) de 250 kg, sem deformação (flecha) permanente, tanto para as laterais, quanto para o teto. 
  • A contratante poderá, se necessário, solicitar ensaio e laudo que comprove a resistência dos perfis utilizados. Todas as colunas de sustentação deverão ser posicionadas observando-se um módulo padronizado de distanciamento entre elas de 400 mm. A empresa contratada para o fornecimento deverá apresentar desenho que mostre o projeto estrutural da carroceria. 
  • Poder-se-á utilizar outra solução ou materiais para a estrutura, desde mantenha as mesmas características formais e de resistência. 

 

REVESTIMENTOS 

 

PISO 

  • Piso em compensado naval e=20mm, resistente ação da água e fungos, preso por parafusos tipo francês com cabeça embutida. O piso de madeira deverá ficar no mesmo plano da porta palco (não deve haver “degrau” ou saliência entre os mesmos). Acabamento em piso acústico vinílico linha absolute acoustic cosmic e=3,5mm ref. 974 ômega – Fademac ou similar. 

PAREDES 

  • Revestimento externo das paredes do semi-reboque/baú: Revestimento externo do semi-reboque/baú deverá ser em chapas lisas de duralumínio, com espessura mínima de 1,2mm, em todas as laterais, frente e traseira, fixadas aos perfis estruturais por rebites ou outro sistema que garanta sua integridade. Pintura externa na cor branca com tinta automotiva PU – cor Branco universal – Wanda ou similar. 
  • Revestimento Interno: Em compensado naval 15mm, acabamento em laminado melamínico texturizado cor cinza claro ref. L-106 Gelo – Fórmica ou similar. 

TETO 

  • O teto deverá possuir as seguintes características: 
  • Revestimento externo em chapa de duralumínio com espessura de 1.2mm; 
  • Superfície reta, dotada de calhas laterais nos cantos que facilitem o escoamento de águas até os cantos. 
  • Impermeabilização com “sika-flex”, silicone, fita dupla-face e/ou “fiber-glass” laminado com resina plástica e “gel-coat”, que garantam total estanqueidade contra água e poeira, em qualquer situação de uso, seja estática ou dinâmica; 
  • Estrutura em tubos quadrados de aço carbono 50x50mm (esp. mínima da parede 1,5mm), que permitam a aplicação de carga mínima concentrada de 250 kg em qualquer ponto dos perfis de sustentação do teto; 
  • Forro interno revestido em compensado 15mm, acabamento em laminado melamínico texturizado cor cinza claro ref. L-106 Gelo; 
  • Sob o teto estrutural instalar poliestireno expandido (isopor) em todo comprimento e largura. 

 

ISOLAMENTO TERMOACÚSTICO 

  • Isolamento termoacústico aplicado em todas as faces do baú (laterais, piso e teto) em poliestireno expandido (isopor) 50mm instalado nos vazios da estrutura entre o revestimento interno e externo do baú. 

 

VEDAÇÕES

  • A vedação e impermeabilização dos revestimentos do baú devem obedecer às especificações a seguir: 
  • Nas vedações adotadas para as chapas de revestimento externo (duralumínio) será aplicada fita vedante auto-adesiva “3M” (ou outro material adesivo) e friso protetor em alumínio sobreposto às juntas das chapas; 
  • A vedação do vão das portas e esquadrias será por aplicação de guarnições de borracha de pressão automotiva e juntas de silicone flexível, observada tolerância dimensional adequada entre os vãos e a esquadria, ou processo equivalente que garanta sua vedação total; 
  • As bordas dos vãos das portas deverão ter acabamento em perfis de alumínio em todo o seu contorno; 
  • A vedação externa dos bagageiros será por colagem das guarnições de borracha tipo automotiva, em todo o contorno dos batentes, garantindo a resistência mecânica, durabilidade e total estanqueidade à ação da água, poeira, umidade e agentes externos. 

 

PORTAS  

  • Porta de acesso externo (público): Destinado ao público. Dimensões: 900x2100mm (LxA). Acesso pela porta-palco. Tipo charneira vertical, em alumínio natural (linha 30) e policarbonato compacto cristal (e=5mm), dotado de fechadura com maçaneta tipo alça. 
  • Porta de acesso externo (operador): Destinado ao operador para abertura da carreta. Dimensões: 600x1200mm (LxA). Acesso pelo depósito. Estrutura em tubo quadrado em aço carbono 50x50mm, dotado de fechadura. Revestimento interno em MDF 20mm com acabamento em laminado melamínico texturizado cor cinza claro ref. L-106 Gelo – Fórmica ou similar e revestimento externo em chapa de duralumínio. Vedação em borracha e dotado de fechadura. 

 

  • Porta interna 1: Porta divisória entre a biblioteca e a sala de aula. Dimensões do vão: 1100x2100mm (LxA). Espessura 30mm, sistema abertura de correr, com fechadura tipo bico de papagaio e puxador tipo alça em aço inox excovado (300mm de comprimento). Em MDF 3mm com baguetes estruturais de madeira maciça e acabamento laminado melamínico texturizado cor cinza claro ref. L-106 Gelo – Fórmica ou similar. 
  • Porta interna 2: Porta de acesso ao depósito. Dimensões do vão: 700x2100mm (LxA). Espessura 30mm, sistema abertura de correr, com fechadura tipo bico de papagaio e puxador tipo alça em aço inox excovado (300mm de comprimento). Em MDF 3mm com baguetes estruturais de madeira maciça e acabamento laminado melamínico texturizado cor cinza claro ref. L-106 Gelo – Fórmica ou similar. 
  • Porta lateral tipo palco (porta palco): Dimensões: 2400 mm por 9200mm, posicionada ao lado direito do veículo. A porta lateral tipo palco deverá ser fabricada em alumínio e aço carbono. Possuir mecanismo de abertura e fechamento automatizado por meio motor elétrico com transmissão a 3 pontos ao longo do comprimento da porta, esses dotados de polia e correias de nylon com engate removível na extremidade em contato com a porta. Abertura máxima de 90° e dispositivos de segurança para abertura em caso de falta de energia. Perfis internos dimensionados para cargas concentradas de no mínimo 300 kg por metro quadrado. Acabamento do piso: piso acústico em PVC – Linha Absolute Acoustic Cosmic (e=3.5mm) ref. 974 Omega – Fademac ou similar. 
  • A porta palco funcionará como piso quando apoiada em vigas apropriadas. 
  • Sistema de travamento realizado pelo próprio sistema de abertura e fechamento da porta. O revestimento da face externa do palco deve ser de mesmo material usado nas demais paredes externas do veículo. A automação da porta palco deve possuir alternativa de funcionamento autônomo, sem necessidade de energia externa para abertura e fechamento da mesma, possibilitando a montagem da carreta em locais ainda não energizados. 
  • Deverão ser posicionados 4 (quatro) macacos (pés) de sustentação, do tipo encaixe na sua lateral, com sapatas de altura regulável para nivelamento junto ao piso, de modo a apoiarem a porta lateral. 

 

AVANÇO LATERAL  

  • O avanço lateral, medindo 2385 mm de avanço por 5320 mm de extensão, composto de 3(três) paredes interligadas, dotado de sistema de correr nas laterais providas de rodízios de aço inox para deslizamento lateral sobre a porta palco. Estrutura em perfis de tubos retangulares de aço carbono 100×50 e 50x50mm, guarnecido em suas paredes por esquadria fixa de alumínio e policarbonato compacto cristal de 5mm. Caixillho de alumínio natural ref. 2182 na moldura externa e ref. 2716 nas travessas horizontais – Aquarius ou similar. Deve possuir sistema de vedação, de modo a evitar entrada de água ou agentes externos, nas condições dinâmicas e estáticas do semi-reboque. O policarbonato terá aplicação de película de proteção solar tipo fumê com 60% de visibilidade. 
  • Deverá movimentar-se manualmente por sobre trilhos de aço nivelados no piso interno do baú e porta palco, acionado por alavanca devidamente sinalizada. 
  • Teto rebaixado em relação ao teto original do veículo para cobertura das paredes que constituem o avanço; revestido com duralumínio e=2mm acabamento em tinta automotiva cor branco universal, com sistema de vedação para contenção de águas pluviais, poeira e climatização, fabricado com perfis e rebites em alumínio. 

 

ESCADA DE ACESSO PÚBLICO 

  • Escada de acesso ao público encaixável no piso da porta-palco com estrutura lateral executada em tubo quadrado de aço carbono 25x25mm, fosfatizado e com proteção anti-corrosão à base de cromato de zinco acabamento em tinta automotiva cor prata Silver Mettallic – Polidura /Renner, com sapatas ajustáveis para maior nivelamento com o solo e com corrimãos encaixáveis em aço inox escovado Ø 1 ¼”do tipo removível. Degraus executados em tubo retangular 30x50mm fosfatizado e com proteção anti-corrosão à base de cromato de zinco revestidos com chapa xadrez antiderrapante de alumínio e=2,2mm. Ver desenho técnico. 
  • A escada será alojada no bagageiro durante o transporte do baú. Devendo ser previstas cintas para sua imobilização no compartimento. 

 

ESCADA DE ACESSO OPERADOR

  • Escada de acesso ao operador tipo “marinheiro” articulada, executada em executada em tubo quadrado de aço carbono 30x30mm, com proteção anti-corrosão e acabamento em tinta epóxi-pó preto fosco – Weg ou similar. A escada será instalada no Depósito em frente à porta de acesso ao operador. Devendo ser previstas cintas para sua imobilização no compartimento. Ver desenho técnico. 

 

GUARDA-CORPO

  • Guarda-corpo encaixável no piso da porta-palco em aço inox escovado Ø 1 ¼”. Os guarda-corpos serão alojados no bagageiro durante o transporte do baú. Serão 2 (dois) guarda-corpos com dimensão de 1850x900mm. Devem ser previstas cintas para sua imobilização no compartimento. Ver desenho técnico. 
  • O guarda-corpo ainda será dotado de espera para encaixe do poste de suporte e fixação do toldo retrátil. Ao todo, serão 2 postes em tubo de aço inox escovado Ø 1 ¼”, com 1050 mm de comprimento. 

 

IDENTIFICAÇÃO VISUAL 

  • Será executado o envelopamento/identificação visual (plotagem) de toda a área externa da carroceria. Caberá ao contratante o fornecimento da imagem completa para plotagem com devida qualidade em tempo oportuno. 

 

MOBILIÁRIO

  • Estante para Livros: Executada em MDF 25mm BP Padrão amadeirado Amêndoa Fiori nas duas faces, com encabeçamento em PVC reto na mesma cor do melamínico. Será composta em módulos com 5 prateleiras, sendo 2 módulos de 880x2320mm (LxA) e 4 módulos de 1100x2320mm (LxA). As prateleiras das estantes serão dotadas de cintas removíveis elásticas instaladas próximas às suas bordas para proteção dos livros contra queda enquanto a unidade estiver em movimento. 
  • Revisteiro: Moldura externa executada em MDF 25mm BP Padrão amadeirado Amêndoa Fiori- Lopar ou similar nas duas faces, com encabeçamento em PVC reto na mesma cor do melamínico. Será composta em módulos com 5 prateleiras em MDF 20mm no mesmo acabamento da moldura dotadas de faixa de policarbonato compacto cristal 5mm (h=50mm) para proteção das revistas, sendo 2 módulos de 815x2320mm (LxA). As prateleiras serão terão inclinação de 15 graus para repousar as revistas. 
  • Balcão Atendimento: Balcão medindo 1035x1150x1050mm (LxCxA), tampos executados em MDF 25mm BP Padrão amadeirado Amêndoa Fiori- Lopar ou similar nas duas faces, com encabeçamento em PVC reto na mesma cor do melamínico. O tampo alto (do visitante) terá 1050mm de altura e o tampo baixo (da atendente) terá 750mm de altura do piso. O painel de sustentação do móvel será moldado em MDF 3mm com costelas em compensado 20mm recortado na forma indicada em projeto, acabamento em laminado melamínico texturizado cor Laranja ref. L-551-Laranja, Formica ou similar, aplicado nas 2 faces, totalizando a espessura final de 50mm. 
  • Móvel TV: Composto de prateleira e paine vertical. Prateleira medindo 350x2000x50mm (LxCxA), executada em MDF 20mm BP Padrão amadeirado Amêndoa Fiori – Lopar ou similar nas duas faces, sobre estrutura de tubo quadrado tipo metalon 30x30mm, com encabeçamento em PVC reto na mesma cor do melamínico. O painel vertical em MDF 20 mm, medindo 30x1400x2350mm (LxCxA) com costelas em compensado 20mm recortado na forma indicada em projeto, acabamento em laminado melamínico texturizado cor Laranja ref. L-551-Laranja, Formica ou similar. 
  • Apoio Professor: Tampo em MDF 25mm BP Padrão amadeirado Amêndoa Fiori nas duas faces, medindo 1350x500mm (LxC) e altura de 750mm do piso, com encabeçamento em PVC na mesma cor do melamínico. 
  • Cadeira Universitária: Cadeira universitária empilhável a se utilizada na Sala de Aula, com prancheta escamoteável, assento e encosto em polipropileno (modelo ISO) cor a definir. Base Fixa modelo palito (4 pés) em tubo de aço carbono oblongo 16x30mm (chapa 1,2mm), acabamento pintura epóxi-pó com cura a 200°C cor cinza. Todas as peças metálicas tratadas na superfície com desengraxante, decapante e fosfatizante. Sapatas deslizadoras em nylon não-reciclado. Prancheta escamoteável em MDP cor branco e=15mm acabamento da borda em PVC reto. A cadeira deve atender às exigências das normas brasileiras NBR-13962, NBR-14110 e NR-17. Dimensões: Assento 47x42cm; Encosto 38x44cm; Altura do assento ao piso 46cm. Quantidade: 24 unidades (sendo 21 destras e 3 esquerdas). 
  • Cadeira Base Fixa: Cadeira empilhável a ser utilizada na área de Atendimento e no Apoio do Professor, assento e encosto em polipropileno (modelo ISO) cor a definir. Base Fixa modelo palito (4 pés) em tubo de aço carbono oblongo 16x30mm (chapa 1,2mm), acabamento pintura epóxi-pó com cura a 200°C cor cinza. Todas as peças metálicas tratadas na superfície com desengraxante, decapante e fosfatizante. Sapatas deslizadoras em nylon não-reciclado. A cadeira deve atender às exigências das normas brasileiras NBR-13962, NBR-14110 e NR-17. Dimensões: Assento 47x42cm; Encosto 38x44cm; Altura do assento ao piso 46cm. Quantidade: 2 unidades. 

 

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

  • Será calculado pela contratada o dimensionamento dos barramentos dos quadros de distribuição e bitola dos cabos de circuito e alimentação da unidade, após análise e cálculo da potência dos equipamentos a serem instalados. 
  • Terão 3 (três) quadros de distribuição sendo: 1 (um) quadro geral onde será ligada a energia externa; 1 (um) quadro para distribuição dos circuitos do sistema de exaustão e 1(um) quadro de distribuição para tomadas e iluminação. 
  • Todos os circuitos deverão ser passados em eletrodutos. 
  • A unidade deverá possuir aterramento para proteger os equipamentos. Sendo constituído de uma haste metálica de 1500 mm a ser enterrada através de uma perfuração. 
  • A iluminação dos ambientes terá as seguintes luminárias: 
  • Biblioteca e Sala de aula: Luminária de embutir em forro para 4 fluorescentes T5 de 14W, com perfil “T”de aba 25mm. Corpo em chapa de aço tratada com acabamento em pintura eletrostática epóxi-pó na cor branca. Refletor e aletas parabólicas em alumínio anodizado de alto brilho. Equipada com porta-lâmpada antivibratório em policarbonato, com trava de segurança e proteção contra aquecimento nos contatos. Ref. 2690 – Itaim ou similar. 
  • Apoio professor e Depósito: Luminária circular de embutir para 2 fluorescentes compactas de 15W. Corpo em alumínio repuxado com acabamento em pintura eletrostática epóxi-pó na cor branca. Refletor e aletas parabólicas em alumínio anodizado. Ref. Pérola – Itaim ou similar. 
  • Os condutores serão em cobre ou alumínio isolados com camada de plástico, para no mínimo 700v, com bitolas compatíveis com os projetos específicos a serem confeccionados pela contratada. Todas as emendas serão perfeitamente isoladas, não sendo permitidas emendas dentro dos tubos. 
  • A distribuição será externa executada por eletrodutos rígidos de PVC e conduletes também de PVC. 
  • Varanda: Luminária tipo arandela, retangular de embutir tipo balizador. Corpo em alumínio injetado com acabamento em pintura eletrostática epóxi-pó na cor branca. Difusor em vidro plano temperado jateado – modelo Cuapara – Itaim ou similar. Fixada à 1900mm medido da face inferior da luminária até o piso da porta palco. 
  • Tomadas e interruptores: As tomadas e interruptores serão da Linha Pialplus – Legrand ou similar. As tomadas serão tripolares de acordo com o novo padrão NBR 14.136. 
  • A alimentação externa se dará por meio de alimentação monofásica 220/380V, com cabo de interligação elétrica tipo PP 3x6mm² anti-chama, com comprimento mínimo de 30m, tomadas (mínimo 32A) do tipo “Steck” – 2 pinos. 

 

SISTEMA DE COMBATE A INCÊNDIO 

  • A unidade será dotada de 1 (um) extintor (classe A) de 10 litros de água pressurizada em jato denso para combate ao fogo em materiais comuns de fácil combustão, com a propriedade de queimarem em sua superfície e profundidade, deixando resíduos tais como: madeira, tecidos, papel, fibra, etc. e 1 (um) extintor (classe C) de 6 kg de gás carbônico para combater o fogo em equipamentos elétricos energizados, tais como: resistências, motores, transformadores, reatores, e quadros de distribuição elétrica. 
  • Os extintores deverão ser posicionados de acordo com as normas do corpo de bombeiros alojados em suportes/berços devidamente fixados as paredes/piso da unidade móvel. 

 

PLATAFORMA PARA PORTADORES DE NECESSIDADES ESPECIAIS 

  • Plataforma de elevação de piso a piso (dimensões 1200 x 960mm). Dobrável e embutível no bagageiro. Estrutura em tubos e perfis dobrados de aço carbono, revestida externamente em chapa de duralumínio lisa, piso revestido em chapa antiderrapante xadrez de alumínio. Dotada de fechadura. 
  • Incorporado ao conjunto, rampa dobrável para apoio ao solo e acesso do cadeirante à plataforma dobrável fabricada em perfis de aço carbono e chapas de alumínio xadrez, corrimãos escamoteáveis em tubos de aço inox escovado Ø 1”com sistema de travamento/fechamento dos acessos para segurança do usuário em barra chata de aço inox escovado. 
  • Acesso e saída por lados opostos. 
  • Sistema de elevação por meio de pistões hidráulicos e sistema de freio controlador da operação. Sua velocidade nominal de elevação na direção do percurso deve ser menor ou igual a 0,15 m/s (zero vírgula quinze metros por segundo); 
  • É admitida solução técnica para a plataforma diferente da descrita no projeto, desde que atenda aos mesmos requisitos de segurança, acesso e saída e à norma brasileira NBR 9050. Fornecer documentação (fotos ou vídeo) que comprove a funcionalidade da solução. 

 

CLIMATIZAÇÃO 

  • A biblioteca e a sala de aula serão dotadas de aparelho condicionador de ar tipo split system cassete com potências de 24.000 e 36.000 BTUs – Carrier ou similar, respectivamente. As unidades condensadoras serão instaladas na parte superior da frente do baú, protegidas por anteparo revestido de duralumínio. 

 

TOLDO RETRÁTIL 

  • Toldo retrátil (3800x2350mm) para cobertura do palco em lona vinilica durasol FT, tratamento anti-fungo, anti-mofo e auto extinguível. Gramatura mínima de 250 gr/m2. Confeccionada com solda eletrônica. Montagem com o apoio em hastes elevadas fixadas juntamente com o guarda-corpo da porta-palco. 

 

PERSIANAS 

  • Na unidade serão instaladas persianas verticais, com dispositivo de abertura, fechamento e angulação, com o objetivo de filtrar raios solares e diminuir a temperatura interna da unidade nas esquadrias do avanço lateral.

 

ALTERAÇÕES DOCUMENTADAS (Conforme pedido de prorrogação de prazo)

  • A plataforma terá corrimãos conforme a Normas Técnica ABNT NBR 15655-1 : 2009; 
  • A escada foi colocada na parte da frente da porta palco e foi readaptado os guarda-corpos;
  • Será mudada a posição da porta de acesso pela porta palco, posicionado mais perto do balcão de atendimento da biblioteca;
  • 01 (uma) Prateleira para livros entre a porta da plataforma e a porta de entrada na unidade através da porta palco;
  • Armário aéreo em cima da porta onde será instalado a plataforma;

 

OUTROS ÍTENS

  • Mangueira de conexão para alimentação hidráulica;
  • Cabo de conexão para alimentação elétrica;
  • Adesivagem de advertência.
  • Documentos para rodagem e transferência do veiculo, devidamente assinado;
  • 01 (uma) Nota Fiscal N°_____;